Metodologia

Cursos de videocirurgia

Nosso Modelo de Aprendizagem é baseado em desenvolvimento de competencias:

O contexto do mundo do trabalho vem se modificando rapidamente, repercutindo no mundo da educação. O mundo da educação na nossa visão deve-se basear no ensino do desenvolvimento de competências afim de suprir as necessidades do dia-dia do médico cirurgião que nos procura. Ensinamos nossos alunos com base em competências e organizando nossos currículos de acordo com as demandas do Mercado que demanda cada vez mais o uso de diferentes tecnologias.

O nosso foco é deslocado do ensinar para o aprender. Em nossos cursos o professor passa a ser facilitador e mediador do processo de aprendizagem e não mais transmissor de conhecimentos. O grande objetivo é formar alunos com autonomia, iniciativa, proatividade e capazes de solucionar problemas.

Um breve histórico do motivo porque adotamos esse modelo: O surgimento do termo competências ocorreu, primeiramente, em alguns países industrializados, sobretudo naqueles que apresentavam maiores problemas em integrar seus sistemas educativo e produtivo. Desta forma, o modelo de competências surgiu como uma proposta para a educação profissional, idealizado sob influência do setor produtivo, como uma decorrência das mudanças no mundo do trabalho que apontavam para a necessidade de um novo perfil do trabalhador. Tornou-se necessário que esse profissional tivesse maior autonomia, iniciativa e capacidade para resolver problemas e situações imprevistas.

A competência é a capacidade pessoal de articular autonomamente os saberes (saber, saber-fazer, saber-ser e saber-conviver) inerentes a situações concretas de trabalho.

Todas as definições de competência convergem para a articulação dos diversos saberes, entre eles:

  • capacidade de uma pessoa desenvolver atividades de maneira autônoma, planejando, implementando e avaliando.
  • capacidade de utilizar os conhecimentos e as habilidades adquiridas para o exercício de uma situação professional.
  • capacidade para usar habilidades, conhecimentos e atitudes em tarefas ou em combinações de tarefas operacionais.
  • habilidade para desempenhar atividades no trabalho dentro de padrões de qualidade esperados.
  • mobilização de conhecimentos, habilidades e atitudes profissionais necessários ao desempenho das atividades ou funções típicas, segundo padrões de qualidade e produtividade requeridos pela natureza do trabalho.

O processo de ensino-aprendizagem baseia-se ainda na repetição cumulativa desde os conceitos básicos até os avançados da Videocirurgia, na aquisição de habilidades cirúrgicas e tomada de decisões adquiridas com os procedimentos propostos, utilizando-se de diferentes métodos e recursos pedagógicos. As aulas teóricas serão objetivas e dirigidas para uma abordagem prática do quotidiano do cirurgião; dever-se-á usar os recursos de mídia disponíveis além de enfatizar em sala de aula, os recursos de Videocirurgias editadas ou não. Serão abordados temas que vão da anatomia cirúrgica, fisiopatologia das doenças a serem tratadas, descrições cirúrgicas passo-a-passo, suas variações técnicas, prevenção e conduta nas complicações.

Por fim, serão abordados temas de revisão da literatura atual, com ênfase no estudo da Videocirurgia baseada em evidências e na discussão final de casos clínicos. Recomenda-se sempre que os alunos tragam Videocirurgias editadas ou não, realizadas em seus serviços, a fim de promoverem discussões e aprendizados relacionados com a prática diária de cada um deles.